Dicas para iniciantes no Yoga

Dicas para iniciantes no Yoga

Entenda cada Etapa da Aula de Yoga:

A Respiração – Pranayamas:

Respiramos cerca de 20.000 vezes num dia. Em cada respiração, absorvemos por volta de 300 ml de ar. Mas nossos pulmões foram planejados para muito mais pois a capacidade pulmonar de um adulto é de cerca de 4 litros. Nossa respiração cotidiana movimenta apenas 10% do que nossos pulmões comportam. Assim, nosso corpo e nossa mente funcionam com uma quantidade de combustível bem menor do que necessitam e jamais poderemos expressar plenamente nossos potenciais e viver uma vida realmente saudável se não aumentarmos nossa absorção de oxigênio.

A respiração alimenta todos os nossos sentidos, nossas funções orgânicas, células, órgãos e etc. Ela é o que nos mantém vivos. Respirar foi a primeira coisa que fizemos ao entrar nesse mundo e a última que iremos fazer. Apesar de não nos darmos conta, a respiração está intimamente associada às nossas emoções e padrões de comportamento. Observe como ela muda, tornando-se curta e superficial, quando estamos ansiosos ou com medo. Quando pensamos em algo bom ela se expande e aprofunda. Os antigos mestres do Yoga sabiam disso e começaram a testar diferentes tipos de respirações e a analisar seus efeitos. Foi assim que desenvolveram os exercícios respiratórios do Yoga que chamamos de pránáyáma.

Prana significa alento ou energia vital e yáma significa domínio. Portanto, pránáyáma é o domínio da bioenergia (controle do prana). 

As Posturas – Ásanas:

As práticas das posturas Yogues ou as “Ásanas”, dão flexibilidade às articulações, desenvolvem delicadamente os seus músculos, reposicionando a coluna vertebral dentro do seu eixo, harmonizando o funcionamento de todos os seus órgãos. Com a prática contínua dos ásanas, os músculos são tonificados e alongados, os órgãos internos massageados e o sistema endócrino é regulado de maneira a secretar quantidades corretas de hormônio no organismo, repercutindo no bem-estar físico, mental e emocional.

As posturas são feitas e desfeitas muito lentamente e de uma maneira sequencial específica, dando ao praticante um equilíbrio que se estenderá inconscientemente para o seu cotidiano, diminuindo o estado de ansiedade e de stress, aumentando o poder de concentração, restabelecendo a tranquilidade interior e expandindo os domínios da consciência. De tudo, resulta numa sensação de bem estar e grande disposição. Com a prática dos pranayamas, (técnicas respiratórias) a capacidade respiratória é aumentada e se obtém melhor funcionamento do sistema cardiovascular e cerebral.

A finalidade principal de um ásana é sempre de natureza mental. Vencendo a inquietude e a fragilidade da mente, facilitam a concentração criando condições de administrá-la. No entanto, as consequências benéficas sobre o corpo não são menos profundas. No psíquico como no físico, os ásanas melhoram os que os praticam. Doença, embotamento, dúvida, negligência, avoamento, indolência, ilusão e instabilidade emocional, geradores de inquietação mental, não resistem à poderosa atuação dos vários ásanas, quando praticados com habilidade e assiduidade. Os ásanas mexem com músculos, articulações e órgãos que raramente se movimentam. Disto resultam agradáveis sensações ao alcance daqueles que se dedicam à prática.

Agindo sobre a musculatura, interferindo no aparelho circulatório, no sistema nervoso, principalmente em determinados plexos, estimulando determinadas glândulas, massageando agora este, depois outro órgão, os ásanas, verdadeira farmacopéia mecânica, asseguram a saúde, a flexibilidade, o frescor característico de todo corpo jovem. (Prof. Hermógenes)

O Relaxamento – Yoganidra:

Exercícios de relaxamento trazem repouso para o corpo e a mente. Quem pratica e conhece a ciência do relaxamento não desperdiça energia. O relaxamento sempre é feito antes ou depois de uma série de pranayamas. Aconselhamos sempre a posição de shavasana (decúbito dorsal deitado com a barriga para cima) para o relaxamento. Um corpo relaxado ajuda o relaxamento da mente. A mente entra em relaxamento quando fica quieta, por dentro e por fora. Corpo e mente estão em íntima ligação. Essa ligação é feita pelo corpo emocional. Corpo, mente e emoções formam um triângulo.

Algumas dicas imprescindíveis para quem quer começar a praticar Yoga:

Preparação para a aula:

- Usar roupas confortáveis que não limitem os movimentos;
- Não se alimentar pelo menos 1 ½ hora a 2 horas antes da aula.

Durante a aula:

- Durante os exercícios, a respiração deve sempre ser executada pelas narinas, tanto na inspiração quanto na expiração (salvo algumas técnicas de pranayamas onde utiliza-se a boca);

- A respiração deve ser executada de forma lenta, rítmica e controlada;

- Concentrar-se sempre na respiração durante a execução dos exercícios, conciliando-a com os movimentos (No início pode parecer difícil, mas com a prática se tornará natural);

- Procurar conscientizar-se da postura que está sendo executada, ficando atento à todas as partes do corpo que estão sendo solicitadas para a execução do movimento, bem como as partes que estão relaxadas (Consciência corporal);

- É comum alguma dor muscular durante os exercícios de flexionamento.

- Deve-se ter em mente que a postura deve ser executada de forma lenta e relaxada, buscando atingir o maior arco de amplitude de movimento possível;

- Para fazer com que os exercícios de flexionamento sejam efetivos, é de suma importância manter o relaxamento geral do corpo, enquanto enfoca sua atenção na musculatura específica que está sendo trabalhada;

- Não prenda sua respiração durante o flexionamento, pois isto pode produzir tensão no corpo, comprometendo o estado de relaxamento obtido;

- Os exercícios devem sempre ser realizados de forma gradual, lenta, confortável e relaxada. Assim sendo, ações de insistência ou balanceamentos devem ser evitadas;

- A atenção concentrada no movimento que está sendo trabalhado, e a respiração compassada e ampla, melhoram efetivamente o grau de flexibilidade obtido, além de possibilitar a aquisição de uma consciência corporal mais concreta.

Agora que você já sabe o que esperar de uma aula de yoga, que tal colocá-la em prática na Shanti Espaço de Yoga em Mauá?



Comente isso! Comentar

  • Não existem comentários ainda, clique em comentar e seja o primeiro!